Audiência Pública Debate Desafios da Educação na Pandemia

por Alessandra Amantea publicado 24/02/2021 15h55, última modificação 24/02/2021 21h08
Debate foi solicitado por entidades representativas da sociedade civil

Comissão de Educação da Câmara Municipal de Búzios realizou audiência pública para debater os desafios da Educação na pandemiaA audiência - presidida pelo vereador Gugu de Nair - contou com a participação dos vereadores Raphael Braga e Josué Pereira; da Secretária Municipal de Educação Carla Natália e representantes da Secretaria Municipal de Saúde, do Sepe Lagos, Servbúzios , Movimento Por Nossos Filhos, Conselho Municipal de Educação e Conselho Municipal de Alimentação Escolar. 

Os principais assuntos tratados na audiência foram o planejamento do município para volta às aulas, a infraestrutura das unidades escolares, a conclusão do ano letivo de 2020, o cartão alimentação e as novas licitações da pasta da Educação.

Sobre o planejamento de retorno às aulas, a Secretária Carla disse que o município pretende iniciar as aulas nas escolas municipais de forma remota em abril, e de forma híbrida (presencial e remota) a partir do segundo semestre.

“Estabelecemos o dia 12 de abril como data provável para início do ano letivo de 2021, na forma remota.(…) Não temos a intenção de fazer o início das aulas presenciais antes do mês de agosto. Mas nós estamos estudando uma programação, que ainda está sendo discutida.”, informou a secretária.

Os representantes do Sepe Lagos,  Servbúzios e entidades da sociedade civil destacaram a preocupação pela segurança sanitária no ambiente escolar. Nós temos que ter condições mínimas de segurança, protocolos muito claros para conseguir conter surtos que possam acontecer no trabalho presencial na escola.”, se posicionou Augusto do Sepe Lagos. Para o representante do Sindicato Estadual de Profissionais da Educação ainda não é momento de voltar às aulas presenciais

Dados da Covid-19 no município também foram apresentados pelo responsável da Vigilância em Saúde Danilo Bernardo. De acordo com Danilo, os picos da doença em Búzios foram nos meses de maio e novembro; 70% dos casos confirmados corresponde à faixa etária de 31 a 45 anos e 74% do total de casos da doença acometeram pessoas do sexo feminino. Desde o começo da pandemia, foram registrados 32 óbitos no município.

Na audiência realizada na segunda-feira (22) os participantes tiveram a oportunidade de fazer perguntas e se posicionarem sobre os assuntos discutidos na Casa Legislativa. Os representantes da sociedade civil também pediram à secretária de educação que os segmentos possam participar da discussão de elaboração do plano de retorno às aulas.

“Como cidadão, vereador e presidente da Comissão de Educação, me senti na obrigação de promover esta Audiência Pública em caráter de urgência, já que tivemos o ano letivo de 2020 totalmente perdido, e temos que saber o que a prefeitura pretende fazer em relação à educação em 2021.”, disse Gugu de Nair.

Assista https://youtu.be/4RFj0DmrlRs

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.