Comissão de Defesa da Mulher Realiza Audiência Pública para tratar de casos de Feminicídio

por Alessandra Amantea publicado 23/05/2022 13h35, última modificação 25/05/2022 09h57
Comissão de Defesa da Mulher Realiza Audiência Pública para tratar de casos de Feminicídio

Audiência Pública 20maio22

As comissões de Defesa da Mulher e de Segurança Pública da Câmara Municipal de Búzios realizaram audiência pública na sexta-feira (20) para tratar de casos de feminicídio no município, de políticas públicas de combate à violência contra a mulher e de segurança pública. (Assista)

A participação da população foi expressiva, mostrando seu interesse e preocupação pelo assunto. Nos últimos dois meses, três mulheres foram vítimas de feminicídio em Búzios.

A audiência foi solicitada pela Frente Feminista de Búzios, Movimento de Mulheres Olga Benário, Movimento de Mulheres da Região dos Lagos e Fórum de Políticas Públicas para as Mulheres de Armação dos Búzios. Suas representantes cobraram por celeridade e informações dos crimes de feminicídio, iluminação pública, maior acolhimento das mulheres na delegacia e fiscalização para que os equipamentos do poder público funcionem.

“Estamos aqui ocupando esta Casa para os nossos direitos de viver sem medo, livres e fortes.”, acrescentou Andreia da Frente Feminista de Búzios, durante leitura da Carta-Manifesto, assinada pelas entidades da sociedade civil.

Além dos vereadores da casa, a audiência contou com a presença do prefeito Alexandre Martins, do juiz da 2ª Vara Cível de Armação de Búzios Raphael Baddini, da promotora do Ministério Público Estadual Renata Chagas, do Secretário de Segurança e Ordem Pública Sérgio Ferreira, de representantes da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alerj e da OAB e autoridades da Polícia Civil, Militar e Federal.

O prefeito Alexandre Martins destacou as iniciativas voltadas às mulheres no município como a criação da Secretaria Municipal da Mulher, a Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal, a Sala Lilás no Hospital Rodolpho Perissé. Citou ainda a iluminação dos pontos de ônibus e a criação do Fundo Municipal de Assistência à Mulher – aprovado na Câmara de Búzios – com destinação de 1% dos royalties do Petróleo às políticas voltadas às mulheres.

Para o presidente da Comissão de Defesa da Mulher Niltinho de Beloca, a audiência foi muito importante. “Nossa audiência pública foi um momento único no município, com a presença de várias esferas da sociedade e do poder público interagindo de forma democrática. É preciso tocar no assunto sobre violência e segurança da mulher em nossa cidade. Chega de mortes e violência. A união nos renova e nos dá forças na luta. Com certeza todos saímos dessa audiência convictos que precisamos de mais ações preventivas para auxiliar nesse processo. Mandaremos, em conjunto, um ofício ao governador solicitando que o efetivo de policiais seja aumentado.”

.......................................................................................

Telefones de Denúncia de Violência Contra Mulher

-Disque 180

-Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal (22) 99103-9695 (WhatsApp).

-Polícia Civil (22) 99949-4682 (WhatsApp).

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.